Ogni comportamento, ogni gesto, ha la sua importanza per combattere la miseria e l'esclusione. Esistono diversi modi di agire, qualunque siano le nostre competenze e disponibilità. Questi messaggi, queste testimonianze, sono tanto l'espressione di un impegno personale quanto di uno collettivo. Non esitate ad apportare il vostro contributo.

Le testimonianze sono pubblicate sotto la responsabilità dei loro autori. Verranno pubblicate solo se rispettano nella forma e nel contenuto lo spirito della giornata, cosi come viene definito nella Plateforme pour le 17 octobre.

Mensagem COMITÉ INTERNACIONAL DO 17 DE OUTUBRO

COMITÉ INTERNACIONAL DO 17 DE OUTUBRO

Mensagem para o Dia Mundial da Erradicação da Miséria de 2015, 17 de outubro de 2015

Este ano, a celebração do Dia Mundial para a Erradicação da Miséria tem um significado muito especial porque vem logo a seguir ao lançamento da Agenda 2030 das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável. Acolhemos com uma grande satisfação a declaração dos Estados Membros que afirmam na Agenda 2030 a sua determinação "a pôr fim à fome e à pobreza, sob todas as suas formas e em todas as suas dimensões", assim como o seu empenho para que "ninguém seja deixado de lado".

Sabemos perfeitamente que quando só se mede a pobreza em termos económicos, isso é uma ofensa à dignidade das pessoas que vivem na miséria e à sua luta quotidiana para vencerem a pobreza. Isso evita que a pobreza seja reconhecida como uma violação dos direitos humanos e como complexa e multidimensional na sua essência.

E, quando no ano 2000 os dirigentes do planeta decidiram dividir por dois o número de pessoas vivendo numa extrema pobreza, eles abandonaram, no fundo, milhões de homens, mulheres e crianças na sua luta solitária contra a pobreza.

Foi um logro. Na história contemporânea, todas as gerações que nos precederam tiveram a possibilidade de acabar com a pobreza ; faltou-lhes simplesmente a visão, a empatia e a vontade política de o fazerem. Não vamos voltar a cometer os erros dos 15 últimos anos.

Desta vez temos que estar vigilantes para que ninguém seja esquecido. Este ano, o tema da comemoração do Dia Mundial da Erradicação da Miséria - "Vamos construir um futuro sustentável : Vamos unir-nos para acabar com a pobreza e com a discriminação" - lembra-nos como é importante agirmos todos juntos para erradicar a extrema pobreza e a discriminação no mundo inteiro para construirmos um futuro sustentável. As pessoas vivendo na miséria sabem por experiência própria que a pobreza e a discriminação estão estreitamente ligadas.

Elas bem vêem como a discriminação afecta as pessoas vivendo na pobreza criando um ambiente de desigualdade que limita o acesso aos direitos fundamentais, à satisfação das suas necessidades básicas e às possibilidades de progresso social e económico. Elas sabem por experiência própria até que ponto essa discriminação pode ser simultaneamente causa de pobreza e obstáculo para dela saírem.

Nós bem vimos de que maneira, mesmo nos países onde se realizaram progressos significativos para alcançar os Objectivos do Milénio para o Desenvolvimento, aumentaram a discriminação e as desigualdades. As pessoas vivendo na pobreza devem ser consideradas como verdadeiros parceiros para a construção de um futuro sustentável, plenamente e num pé de igualdade. A sua inteira participação, especialmente nas decisões afectando as suas vidas e as suas comunidades, deve estar no coração das políticas e estratégias para a construção de um futuro sustentável.

Muitas vezes, a participação das pessoas vivendo na pobreza foi até agora infelizmente um fogo de vista sem nenhuma realidade e, sendo assim, os seus conhecimentos, os seus saberes e a sua preciosa experiência foram ignorados ou postos de lado.

Temos que trabalhar todos juntos para garantir que o nosso planeta possa satisfazer as necessidades de cada um dos seus habitantes - e não apenas as de alguns privilegiados - e isso nas gerações presentes e futuras.  

Donald Lee, Presidente do Comité Internacional 17 DE OUTUBRO
Tradotto in: